EMTU avalia ponto de ônibus no Instituto Federal

Gerente regional da EMTU esteve no local para avaliar situação dos alunos do Instituto Federal

 

Está sendo estudada pela EMTU e pela Secretaria de Mobilidade Urbana a instalação de um ponto de ônibus em frente ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), na Avenida Ana Thereza Ceccon Breda, no sentido Hortolândia/Sumaré. Na segunda-feira de manhã, o gerente regional Campinas e Sorocaba da EMTU, Edson Thomaz Zilião, e representantes da prefeitura, estiveram no local para avaliar a situação a convite do vereador Eduardo Lippaus (PT).

O local tem um trânsito intenso de alunos em vários turnos, que precisam caminhar por um trajeto longo e perigoso pelo acostamento da avenida, correndo risco de atropelamento. A demanda já é antiga, e o pedido da instalação tem sido feito pelo Instituto desde 2012. “É um a luta antiga do pessoal do Instituto Federal, mas acompanhamos o caso de perto desde o começo do meu mandato em 2017. Foram várias conversas com a Secretaria de Mobilidade Urbana e com a EMTU, e agora com a visita do gerente regional no local, ele realmente percebeu a urgência desta parada em frente ao Instituto”, comentou o vereador.

Os alunos têm que descer do transporte público em um ponto de parada no Jardim das Colinas e andar mais de 400 metros em uma via de mão dupla sem acostamento e sem calçada. No local deverá ser instalado um ponto provisório, já que de acordo com o gerente de operação da Secretaria de Mobilidade Urbana, Sidnei Fraga Alves, existe uma emenda parlamentar que será destinada para a construção de recuo e ponto de ônibus no local. “O gerente da EMTU, Edson Zilião, entendeu que não dava para esperar a vinda da emenda, e optou por uma obra paliativa, até que a obra definitiva seja feita, pois a situação é muito perigosa, para continuar expondo os alunos ao risco de atropelamento”, comentou Eduardo Lippaus.

O presidente da Câmara, o vereador Nego (PSD), também acompanhou o encontro e comentou sobre as mudanças em estudo. “Estivemos no local a convite do vereador Eduardo, e há uma necessidade grande dos alunos transitarem no local com segurança. Ainda foi pedido a instalação de uma lombo-faixa para que os alunos que vêm de Sumaré possam atravessar com mais tranquilidade tanto na chegada quanto na saída”.

Outra melhoria pedida foi a iluminação e instalação de calçada no ponto de ônibus do Sentido Sumaré/Hortolândia, além da iluminação do canteiro no meio das duas faixas da avenida em frente ao instituto. “Estamos nos cercando de ações que possam garantir uma segurança maior para quem atravessa ali, pois os carros não conseguem enxergar os alunos devido a falta de iluminação, aumento o risco de atropelamentos”, ressaltou Eduardo Lippaus.

MAIS DEMANDAS

As solicitações sobre o Instituto Federal foram feitas à EMTU através de ofício entregue ao gerente regional em 5 de setembro, pelo vereador em visita a empresa. Na mesma ocasião ainda foram pedidas soluções para outras situações enfrentadas pelos munícipes de Hortolândia. Entre elas a implantação de uma parada na Rua Gildo Begosso, ente os bairros Vila Conquista e Jardim Novo Ângulo. “Ali era uma parada não regulamentada, mas muitos motoristas paravam para facilitar para a população local que tinha que andar muito entre os bairros para ter acesso ao ponto de ônibus. A EMTU informou que pode sim fazer a implantação da parada oficial no local, mas precisa que a Prefeitura, através da Secretaria de Mobilidade indique um local. Assim que for feita a indicação, os ônibus já começam a parar regulamente no local”, avisou o parlamentar.

Ainda sobre implantação de ponto de ônibus foi pedida a instalação de um ponto com iluminação também na região do Residencial Anauá, pois atualmente os moradores têm que caminhar mais de 400 metros em situação de risco por trajeto com vegetação alta dos dois lados, transpor valeta e atravessar via movimentada para acessar o Corredor Metropolitano. “Sobre essa demanda, o gerente Zilião nos falou que é preciso a Prefeitura fazer um levantamento do local onde pode ser instalado um ponto, que a EMTU fará a modificação de uma das linhas da região para atender os moradores do Residencial Anauá”.

O vereador ainda fez questionamentos à EMTU sobre a superlotação e atraso constante nas linhas 698 (Terminal Metropolitano via Jardim Campos Verdes), 695 (Saída do Jardim Santiago), 697 (Terminal Metropolitano via Jardim Interlagos), 746 (Estação de Transferência Pinheiros para Unicamp) e 704 (Saída Jardim Novo Ângulo). Zilião reforçou ao parlamentar que as linhas são afetadas diretamente pelas obras na Rodovia SP-101 e pela quebra, devido a frota ser antiga, entre 11 e 12 anos de rodagem. Segundo o gerente, esses problemas tendem a melhorar com o final das obras na SP-101 e na Rodovia Dom Pedro, e também pela renovação da frota. “Só este ano foram entregues 29 ônibus novos para a cidade na inauguração da Ponte Estaiada, mais 27 foram entregues este mês, e mais 10 devem ser entregues ainda este ano. Teremos uma renovação boa da frota, esperamos que boa parte dos problemas sejam sanados com isso”, finalizou Eduardo.

RUA JOSEPH PAUL JULIEN BURLANDY, 250 - PQ. GABRIEL - HORTOLÂNDIA/SP - CEP 13186-620 - TEL(19) 3897-9900

Horário de Atendimento ao Munícipe - De segunda a sexta-feira das 08:00 às 17:00 horas