Vereador João Pereira participa de reunião para credenciamento de Clínica de Hemodiálise

A clínica está parada há quase uma década aguardando credenciamento junto ao SUS

 

 

joao pereira

Na manhã desta última terça-feira (09 de julho), o vereador João Pereira, o deputado estadual Chico Sardelli, ambos do PV, e a secretária de Saúde de Hortolândia, Odete Carmem Gialdi estiveram em reunião no Departamento Regional de Saúde de Campinas - DRS VII para tratar sobre o credenciamento da clínica de hemodiálise existente na cidade. Na ocasião, se fizeram presentes também o dono da clínica, Dr. Marcelo Ap. Orlandi a diretora regional de Saúde do DRS, Dra. Mirella Pavinelli, a Sra. Elisabete Baradel Bardi do Núcleo de Credenciamento para o SUS, a Sra. Fernanda Penatti Vasconcellos do Centro de Planejamento e Avaliação de Saúde, e a moradora e filha de uma dos 120 pacientes de hemodiálise da cidade, Márcia da Silva.

 

Durante a reunião, a secretaria de Saúde de Hortolândia e as profissionais da DRS VII explicaram as dificuldades encontradas para que essa clínica possa ser credenciada, mas também, juntos, acharam caminhos para que essa benfeitoria possa atender o mais rápido possível a comunidade hortolandense. De acordo com o corpo técnico, no primeiro momento serão encaminhados todos documentos necessários ao governo Federal, solicitando os ajustes financeiros para a clínica de Hortolândia, ou seja, a verba que paga o tratamento dos 120 pacientes de Hortolândia em outras cidades, será encaminhada para o próprio município. De acordo com a Dra. Mirella, com essa transferência de recursos, não vai aumentar a oferta, mas é o caminho mais curto por ora, para que a clínica seja credenciada em um menor espaço de tempo. “O Ministério da Saúde pode questionar o aumento do atendimento para as cidades da Região, mas é preciso mostrar para o Ministério que Hortolândia vai fazer a pré-diálise, ou seja, a cidade vai cuidar do paciente desde a atenção básica”, explica. Segundo o corpo técnico, essa preocupação com os primeiros atendimentos é algo que o Ministério da Saúde leva muito em conta, dessa forma, a possibilidade do credenciamento se torna mais real.

De acordo com a secretária Odete Gialdi, a documentação necessária já está quase toda organizada e que dentro de mais uma semana serão entregues à SIR e depois serão encaminhados ao Ministério da Saúde.

Para a Márcia, que acompanha as dificuldades que a mãe enfrenta, a abertura dessa clínica em Hortolândia vai dar um certo alívio a todos que precisam desse tratamento. “É sofrido, cansativo. A locomoção é um dos fatores que acabam, meio à doença, dificultando na melhora do paciente”, explica.

Entenda o Caso

A clínica para hemodiálise, em Hortolândia, está parada há quase uma década aguardando credenciamento junto ao Sistema Único de Saúde (SUS). Pela falta de atendimento especializado no município, ao menos 120 pacientes acabam sendo enviados para cidades vizinhas, sobrecarregando o sistema de Campinas e Sumaré, além de não proporcionar nenhum conforto aos pacientes, que em sua maioria, saem de casa muito cedo e voltam muito tarde, porque depende do transporte do Sistema de Saúde municipal.

A clínica é particular e foi  construída na esquina da Rua Maria Aparecida da Silva  com a Avenida dos Estudantes, no Jardim Campos Verdes, exclusivamente para atender pacientes da rede pública, através de convênio com o Estado, que até o momento não aconteceu. Atualmente, pacientes de Hortolândia são atendidos em clínicas contratadas pelo Estado em cidades da região.

RUA JOSEPH PAUL JULIEN BURLANDY, 250 - PQ. GABRIEL - HORTOLÂNDIA/SP - CEP 13186-620 - TEL(19) 3897-9900

Horário de Atendimento ao Munícipe - De segunda a sexta-feira das 08:00 às 17:00 horas